Hotéis em Monte Verde, Brasil

  • Pesquise entre todos os hotéis online em Monte Verde
  • Encontre um hotel barato em Monte Verde!
  • Reserve por um ótimo preço!
Ordenar por
Processando
Mostrar mais hotéis
Hotéis em Monte Verde

Monte Verde: inverno para não botar defeito

Localizado quase 1.600 metros acima do nível do mar, Monte Verde reúne os atrativos de um típico destino de inverno: bonitas paisagens, mirantes, restaurantes de fondue e muitas opções de hotéis românticos. Apesar de estar em Minas Gerais, o distrito, pertencente ao município de Camanducaia, fica mais perto da capital paulista (a 160 quilômetros) do que de Belo Horizonte (a 500 quilômetros). Por isso, paulistanos são os turistas mais em evidência por aqui. A estrutura hoteleira local chama a atenção, com pousadas charmosas, ideais para uma viagem a dois, e estabelecimentos com boa estrutura de lazer para crianças.

Um hotel para chamar de seu

Como grande parte do público que visita Monte Verde é formado por casais em busca de romantismo, a hotelaria local se adaptou, e opções atrativas são abundantes. Lareira, hidromassagem ou ofurô e camas enormes são itens recorrentes nos quartos. Muitos hotéis também oferecem café da manhã caprichado até mais tarde, para ser desfrutado sem pressa. As hospedagens se distribuem entre o Centro, próximas à Avenida Monte Verde, e bairros vizinhos, onde a vista para a natureza costuma ser mais generosa. Famílias em busca de atividades ao ar livre também não vão se decepcionar na hora de escolher um hotel: é possível encontrar propriedades com piscinas, quadras poliesportivas, recreação infantil e cavalos.

O charme do centro

Depois de uma manhã prolongada no quarto de hotel, muitos turistas se reúnem na Avenida Monte Verde, a principal do distrito. Ela concentra bares, restaurantes, e lojas de suvenir e de produtos mineiros – algumas com degustação grátis de doces, queijos e embutidos. Entre as lembranças mais procuradas estão sabonetes artesanais, peças de cerâmica, geleias e chocolates. Após percorrer os dois lados da via, a pedida é sentar em um dos bares com varanda e observar o movimento saboreando uma cerveja artesanal ou uma taça de vinho. No menu dos restaurantes, trutas, massas e filés aparecem com frequência. Os pratos mais procurados, no entanto, são as fondues, nas tradicionais versões de carne, queijo e chocolate – as casas podem servir a receita suíça nos sistemas à la carte ou rodízio.

Trilhas na Serra da Mantiqueira

Paisagens exuberantes em vários de tons de verde, mirantes e trechos íngremes e desafiadores compõem as trilhas nas montanhas de Monte Verde. Há percursos com vários níveis de dificuldade e tempos de duração, todos partindo do fim da Avenida das Montanhas. A trilha mais curta leva à Pedra do Chapéu do Bispo, a 2 mil metros de altitude, ou à Pedra Redonda, a 1.900 metros, em cerca de 30 minutos. Para chegar a ambas não é necessário contratar guia. Já para fazer as trilhas até a Pedra Partida e o Pico do Selado, com cerca de duas horas de duração cada (só de ida), indica-se a companhia de um profissional credenciado. As empresas que organizam a atividade incluem lanche e traslado em 4X4 a partir do centro nos pacotes. Consulte seu hotel para indicações.

Passeios sobre rodas

Entre as atividades mais procuradas do distrito estão passeios de jipe e de quadriciclo, que percorrem as belas paisagens locais. Para o primeiro, há dois roteiros: um tour de duas horas pelos arredores de Monte Verde, incluindo visitas ao mirante do aeroporto e a um trutário, e o trajeto que leva até a Cachoeira dos Pretos, na cidade de Joanópolis, em cerca de quatro horas. De quadriciclo, é o viajante quem guia o veículo no percurso de 13 quilômetros, depois de um rápido treinamento. O passeio dura uma hora e tem a presença de um guia. É possível reservar as atividades nas agências da Avenida Monte Verde ou pedir indicações diretamente aos hotéis.

Esportes radicais

Os aventureiros podem se preparar: a megatirolesa de 450 metros de extensão, sobre um vale de eucaliptos a 65 metros de altura, é um dos programas mais radicais de Monte Verde. Na volta, a velocidade do trajeto pode chegar a impressionantes 60 quilômetros por hora. Entre novembro e março, época em que chove mais na região, o Rio Jaguari fica propício para a prática do boia-cross. As corredeiras, leves, facilitam a participação de iniciantes. O trecho do rio de onde partem os passeios fica no bairro Ponte Nova, a 15 quilômetros do centro. Depois de encarar a água, nada como voltar ao hotel e curtir uma lareira ou banheira de hidromassagem – privilégios de Monte Verde.

Preço máximo

de ‎R$94até ‎R$999